26 outubro 2006

2ª Edção do BBB de hoje!

Tinha que voltar aqui... Boa noite! Estava "vagando" pela net e descobri esse texto, que segue logo abaixo. Dei muita risada ao lê-lo. Leiam e se identifiquem também!


Um Porre Homérico

Essa aconteceu comigo e mais duas amigas...

Dizem que o primeiro porre, assim como o primeiro sutiã, a gente não esquece. Se isso é verdade, não sei, o primeiro eu esqueci faz tempo, mas o último ainda formiga na minha cabeça...

Fim de ano, namorado voltando de Miami (diz que de uma viagem de negócios - vai saber), sem um único presente na bagagem... Xiiii... Tem coisa. Pois é...Tinha nome e sobrenome (agora eu dou risada)

Resumo da ópera: Fim de namoro, fim de caso, me sentindo abaixo de cu de cobra e sem a menor chance de largar o trampo para dar uma arejada em algum lugar perdido por aí.

Passa Natal, Ano Novo e lá vou eu, de mala e cuia para a casa da minha amiga Su em Sampa (Amiga é para essas coisas, né?) Lá me esperando estava também a Ana que foi terminantemente proibida de voltar para o Rio de Janeiro.

Já cheguei (exagerada que sou) aos prantos, achando que meu mundo tinha desmoronado (que nada, logo se reergueu, mas esta é outra estória), e com o firme propósito de, literalmente, afogar as mágoas.

Lembra do velho conselho de nunca beber quando está deprimida? Pois é... Eu nem tchuns pro tal conselho. Bem, papo vai, papo vem eu já nem me faço de rogada e grito:
"Suuuuuuuuuuuuu! Pelamordedeus, a Cuba-Libre!". Se eu soubesse...Tinha ficado no Martini.

Pelos nossos cálculos, foram três garrafas de rum, duas de vodka e, quando não havia mais nada para beber, foi whisky com fanta uva. Tem noção do estrago?

Dizem as testemunhas oculares que eu por volta das 4 da manhã peguei o celular, liguei pra todo mundo chorando as mágoas e, pasmem, colocava a música "A melhor forma" dos Titãs para tocar no volume máximo incontáveis vezes. Pânico instaurado, choradeiras e convulsões à parte (ok, sou melodramática) a Su teve uma brilhante idéia: Valium com whisky... Putz... Daí por diante, o que contam é pura lenda.

O que me resta dessa noite, na memória, é da Su e da Aninha velando meu sono e uma ressaca que jurei com a mão em cima da Bíblia: OUTRO PORRE, NEVER MORE.
Pois é...

4 comentários:

marcelinha disse...

Ai ai ai....

história um pouco parecida, né amiga?

Mas a grande questão é: whisky com fanta uva???? Sei não... a gente precisa experimentar!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

bjo-bjo

Renata Almeida disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Amei!!!!!!!!!!! E somos todas nos em todos os paragrafos!!! Muito bom Biu...eu vou alem de Marcelinha...Quero o Valium com whisky ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Beijo e inte de noite!

ivan disse...

num era você q num bebia mais biu? ahahhaa

Camila Almeida disse...

véi...preguiça de ler..
rsrs

bjsbjs e tb tomo wisky com qalqer coisa....(só li os comentários - kkkkkkkkkk)